Crianças atendidas no Cras Cerrado iniciam aulas de caratê

Grupos do serviço de convivência da unidade contam ainda com atividades pedagógicas, culturais, recreativas e lúdicas

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) inova em ações que buscam o fortalecimento de vínculos entre as crianças e adolescentes assistidos em suas unidades. O Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Cerrado é um exemplo desse trabalho, espaço que iniciou nesta quarta-feira, 5, oficina de caratê para os grupos do serviço de convivência.

A titular da Semas, Márcia Carvalho, explicou que, dentro dos programas sociais, das atividades pedagógicas, culturais, recreativas e lúdicas, as 27 unidades de Assistência Social, estão procurando associar e integrar atividades que ajudem as crianças e adolescentes a desenvolverem habilidades. Entre elas, o aprimoramento da concentração e do equilíbrio.

‘A iniciação esportiva ajuda na educação, formação e desenvolvimento integral do ser humano. Com esse esporte, vamos trabalhar a concentração, a postura, o desenvolvimento corporal e o valor de uma vida mais saudável. Estamos com grande expectativa e esperamos ampliar o caratê para todas as unidades da Semas”, destacou a gestora.

A unidade, que é administrada pela Semas, conta ainda com um grupo da terceira idade. Ele é composto por 40 idosos que realizam atividades de ginásticas laborais, caminhadas, dança, artesanato, passeios e assistem a palestras que fortalecem os vínculos e a promoção social entre todos.

Paula Máximo, da editoria de Assistência Social – Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *